Zen #5

Helen Keller:

A segurança é sobretudo uma superstição. Ela não existe na natureza, nem os filhos dos homens, como um todo, a vivenciam. Evitar o perigo não é mais seguro, no longo prazo, do que a exposição total. A vida, ou é uma aventura ousada, ou nada. Manter as nossas faces na direcção da mudança, e agir como espíritos livres na presença do destino, é ter uma força invencível.

Yet another provocative thought. Food for self-analysis...