QUARTA, 23: Confraria Security & IT

Para quem já não se lembra, a primeira edição da Confraria aconteceu há quase dois anos, em Abril de 2009, e, nessa altura, ninguém fazia prognósticos quanto ao alcance e à duração da iniciativa.

Guess what? Ainda dura! E tem melhorado ao longo do tempo, tem reunido um conjunto de pessoas muito interessantes, e tem sido um espaço onde temos oportunidade para apresentar e debater alguns temas importantes. O segredo? Só um: sem compromissos ; )

A reunião deste mês vai trazer-nos, como já é apanágio, um par de temas à maneira. O mote, aliás, os motes, são os seguintes:

  • Técnicas para identificar vulnerabilidades: a história por detrás da MS11-014. Contada na primeira pessoa, a demonstração hands-on, ao vivo, das técnicas e da pesquisa que conduziram à descoberta, pelo próprio, da LSASS Length Validation Vulnerability (CVE-2011-0039) – Jorge Moura; e
  • Segurança Web da perspectiva de um auditor. Uma visão sobre o que funciona e o que não funciona. Um ponto de partida para debater e trocar ideias sobre o tema – Luis Grangeia.

Cool, right? ; ) E de borla! O meu receio, desta vez, é termos que ficar uns quantos de pé ou espalhados pelo chão : ) ... e não se deixem iludir pelo número de registos que estão apurados, hoje, no LinkedIn – o número vai crescer. Aliás, vai ter mais um registo já-já: o teu. Vai lá deixar o carimbo, vá... : )

Então e direcções? E o horário, como é?...

Já a seguir: o local é o do costume, ou seja, na TB Store em Lisboa, junto ao Monumental. Precisas de mapa? Ok. A Google é amiga e dá-te uma ajuda. O horário? Bom, já sabes que é na próxima Quarta-feira, certo? Só faltam as horas: começamos às 18:30 e terminamos às 20:00. E o horário é mesmo para cumprir – não temos latitude para esticarmos o elástico. Portanto, be sharp!.

Mas não havia uns morfos, ou lá o que era?...

Sim, há, mas esses não são à pala : ) ... Logo a seguir ao evento, tal como é hábito desde o início, a tropa ruma ao Medeia, já dentro do Monumental, e abafamos uns bifes e umas fresquinhas. Umas fresquinhas ou, claro, whatever you fancy the most ; )

Convencida? (Curtam o estilo Seth Godin... depois de ter levado na touca com uma tirada alegadamente sexista, bem, doravante vou variar a linguagem e apontar aos cromossomas XX ; ) ... E poupem-me nos comentários; não sejam farsolas :p ...)

E pronto, está tudo dito. Be there, be sharp!