600! Obrigado pelas sugestões ; )

Recebi várias ideias para melhorar o conteúdo que vou publicando, para evoluir no sentido de tornar este espaço mais útil e interessante, e fico a dever-vos umas fresquinhas : )

Em traços muito gerais, tornou-se evidente que ainda há espaço para melhorar e que (i) tenho que aprofundar alguns temas numa base periódica, eventualmente semanal; (ii) manter o modelo errático, um bocadinho caótico, na selecção dos temas – a tal aleatoriedade que referiram; (iii) endereçar alguns temas na componente dos testes e auditorias de segurança, e.g. desde testes a firewalls, passando por avaliações aplicacionais, até a validações de VoIP; (iv) apresentar soluções de longo alcance, ao nível conceptual, para mitigar o risco das ameaças mais importantes e actuais; e, finalmente, (v) mostrar, de uma forma simples mas concreta, como afinar as máquinas para resistirem aos ataques mais relevantes.

Para além desta short-list, foi também sugerido que publicasse uns apontamentos de humor matinais e até, eventualmente, uns comentários desportivos : ) ... Em relação à primeira, well, talvez arranje qualquer coisa : ) ... Já no que toca à segunda, não me parece... (até porque sou sócio do Vitória de Setúbal há 39 anos e, infelizmente, o clube não me dá muitas alegrias. E os outros, na verdade, não me interessam :p ...)

Este momento seria apropriado para apresentar umas estatísticas, uns gráficos muito coloridos, mas não sinto a compulsão. Mas não resisto a dizer que os leitores agregados por feed RSS e correio electrónico, em média, ultrapassam os 250, que o reach médio é superior a 50%, e que as notas vistas por dia, agregando todos os canais, ultrapassam as duas centenas. Por último, as pessoas que declararam gostar destas notas no Facebook – malta simpática ; ) – são 170.

Last, but not the least, tenho que reiterar o agradecimento pela companhia nesta viagem, e pelas ideias com que contribuíram. Obrigado (!)

Quase post-scriptum: Esta semana vai ser especialmente atribulada, aqui deste lado do fio, e é provável que pareça que fui de viagem e que me esqueci de levar o caderno. E a verdade é que... fui mesmo : ) (Não, não fui de férias – pelo contrário ; ) ...) Ab!