As 5 fases do luto da segurança aplicacional

Jeremiah Grossman escreveu um post irresistível, referindo directamente o modelo de Kübler-Ross, um modelo adoptado em psicologia, e que propõe uma descrição de cinco fases pelas quais as pessoas passam ao lidar com a perda, o luto, e a tragédia. A (re)interpretação do modelo, por Jeremiah, em face do descalabro da segurança nas aplicações web na Internet, segue assim:

Negação. Nós temos firewalls, sistemas de detecção de intrusão, e cifra das comunicações. Estamos Seguros.

Raiva. Como raio chegámos a este ponto tão mau?!?!?

Negociação. Podemos resolver isto com bibliotecas e modelos de programação, formação dos programadores, e algumas ferramentas de análise.

Depressão. Temos tantos sites e o código está sempre a mudar. Talvez se eu sair agora, ninguém repare.

Aceitação. O meu emprego tornou-se mais interessante.

in 5 Stages of web application security grief.

Lindo (!) Em que que fase é que tu estás?...