Gestão de 'amigos' e acessos no Facebook

Já ando para escrever sobre isto há algum tempo mas tenho andado a empurrar com a barriga : ) ... Vai ser hoje e sai como sair, bem ou mal, com mais ou menos floreados. Que siga, então...

Uma das formas de gerir o acesso às vossas publicações no Facebook, sejam notas de estado, sejam fotografias, ou seja lá o que for, passa por atribuírem permissões a cada um dos itens que publicarem, a listas específicas de pessoas. Como podem fazer isso? Em seguida... uma coisa de cada vez. Em primeiro lugar, vou escrever um bocado sobre as listas, essa forma de agrupar pessoas por categorias. É já a seguir : )

Através do menu do canto superior direito, naquele item onde podemos ler Conta, se o carregarmos, temos a opção Editar amigos (eu espero um bocado enquanto vão lá dar o clique... ) Já está? Ok. Em princípio, devem ter a lista geral dos vossos amigos à vossa frente. Em cima desse rol, há um botão onde podem ler + Criar uma lista. Certo? Carreguem lá, então. Agora já devem ter uma caixa aberta sobre a janela principal, onde encontram os (e as) amigas que juntaram até hoje. Neste momento estão prontos para criar uma lista de amigos. A coisa fica concluída quando (i) introduzem o nome da lista que querem criar (naquele campo Introduz um nome), (ii) seleccionam um conjunto de amigos e, finalmente, (iii) carregam no botão Criar lista.

A minha sugestão é que criem, no mínimo, três listas (mas podem criar as listas que quiserem para agrupar a tropa como bem entenderem – esta é apenas a minha forma de organizar o maralhal). Ok? Tranquilo. Continuando, a minha sugestão para as listas é a seguinte:

  • N1. A lista onde vão agrupar as pessoas que conhecem muito bem, em quem têm a maior confiança, e com quem estão dispostos a partilhar os vossos maiores devaneios – note-se que, na minha opinião, não deviam partilhar coisas estouvadas no Facebook. No entanto, como sabemos que isso vai acabar por acontecer, well, pelo menos não as partilham com toda a gente – vão partilhá-las só com estas pessoas;
  • N2. A lista onde vão agrupar as pessoas que conhecem, que até podem fazer parte da vossa família e a quem podem chamar amigos ou colegas, mas que não fazem parte, em abono da verdade, do vosso núcleo de amizades mais profundo. Estão a ver a ideia? Ah, conheço, e tal, mas não quero partilhar tudo com ela; e, por último, a lista
  • Outros. A lista onde vão colocar toda a gente de quem aceitaram convites de ligação, por uma razão qualquer, mas com quem não querem partilhar coisa nenhuma. Aceitaram… apenas porque sim, mas não sentem confiança, e, em alguns casos, nem sequer as viram nesta vida.

Já criaram as vossas listas? Sim? Great! Não? Criam depois, então. Continuando agora para as opções de publicação, baseadas nestas listas: Este é aquele momento em que carregam no botãozinho do Perfil, onde vão encontrar as vossas coisas, e aquela caixa lá no topo onde podem ler "Em que estás a pensar?". Certo? Bute lá, então.

Vamos começar por escrever um coisa muito inteligente, quase filosófica, algo do género Amanhã vai estar bom tempo, se não chover. Ou outra coisa qualquer, que não seja tão parva quanto esta sugestão : ) ... Em seguida – estamos a chegar ao ponto mais alto desta conversa – vamos carregar naquela seta ao lado do cadeado, logo por baixo dessa grande epifania que acabámos de escrever. E vão aparecer estas opções, que permitem escolher com quem vão partilhar essa coisa muito importante:

  • Todos. Se escolherem partilhar com Todos, o planeta inteiro vai ter acesso à novidade, directa ou indirectamente. O que pode ser muito útil se descobriram a cura contra o cancro, mas que não deve ser muito interessante se apenas descobriram aquela mancha no sofá : ) ...
  • Amigos de amigos. Esta é auto-explicativa: nem precisa grande conversa, pois não?
  • Amigos. São todas as pessoas que fazem parte do vosso rol geral de amigos, e que, como sabemos, tem uma mistura de pessoas que são mesmo nossas amigas, outras que são colegas, e, ainda, um restinho de gente que nunca vimos; Finalmente,
  • Personalizado. Era – e é – aqui que quero chegar. Escolham lá esta opção e continuem a leitura.

Quando escolherem publicar para um conjunto personalizado, podem usar as listas que criaram ainda há pouco. Já estão a ver a utilidade da coisa, não estão? É neste sítio que vão escolher a opção Pessoas específicas e, no campo imediatamente a baixo, vão escrever N1 ou N2, uma das listas que definiram há minutos. Mas não vão ficar-se por aqui. Vão preencher também o campo mais abaixo, aquele a seguir a Ocultar isto de, e vão preenchê-lo com a lista Outros. Se quiserem, também podem marcar esta definição como a vossa definição padrão. Ou seja, se a escolherem como padrão, daqui para a frente, se não quiserem publicar para outras listas quaisquer, esta definição é a que será sempre escolhida (podem sempre modificá-la, note-se, carregando novamente no tal cadeado, para cada nota, ou para todas as notas),

Uma vantagem especial deste mecanismo, é dar-vos a possibilidade de aumentarem o grau de confiança nas pessoas e subirem-lhes o nível dentro das listas, por exemplo de N2 para N1. Ou, inversamente, se não querem continuar a partilhar tudo e um par de botas com alguém, podem deslocá-la para uma lista de menor confiança. No fundo, acaba por ser como fazemos com as pessoas que conhecemos no mundo físico, com as quais vamos partilhando as nossas coisas ao longo do tempo, um bocado de cada vez, na mesma medida em que a confiança vai aumentando. Ao usarem esta técnica, quando aceitarem um convite de pessoas que ainda não conhecem muito bem, também não vão partilhar tudo imediatamente – só quando elegerem essas pessoas para as vossas listas de maior confiança.

Finalmente, a cerejinha no topo do cake, é que podem usar estas listas para activar (ou desactivar) a vossa visibilidade lá no chat. Não vou alongar mais esta nota mas, se forem ver a vossa lista do chat, vão encontrar botões independentes que permitem, se o quiserem fazer, activar ou desactivar a vossa presença para cada uma das vossas listas de amizade.

E pronto, era isto que tinha para vos dizer. Como não me ocorre nada mais brilhante por agora, desejo-vos um bom fim-de-semana e... até+ ; )