Google: "Windows? Aqui? Acabou-se..."

No SAPO, para quem ainda não leu:

Os funcionários da Google estão a deixar de utilizar o Windows. Em causa está a política de segurança adoptada após os ataques identificados em meados de Dezembro – e atribuídos à China –, levando a gigante da Internet a incentivar os trabalhadores a optarem por outro sistema operativo que não o da Microsoft, avança o Finantial Times. Recorde-se que, segundo concluiu a investigação interna da Google, os ataques foram possíveis graças às falhas no Internet Explorer 6 e no sistema operativo Windows.

in Funcionários da Google incentivados a deixar Windows.

Bem, como lá diz o ditado, Para lá do Marão mandam os que lá estão : ) ... embora, na minha opinião, o problema da (in)segurança dos sistemas, e das aplicações, não se resuma apenas à troca de uns pelos outros. Pode ajudar, pela diversidade e pela mudança do contexto (porque o mundo é mais hostil para uns do que para outros) mas não é uma panaceia: A gestão dos controlos de segurança, das actualizações, dos processos IT (onde se incluem as instalações, gestão de alterações, gestão de acessos, etc) não ficam resolvidos pela mudança do sistema — continuam a ser necessários.

É uma decisão arrojada, embora o contexto da Google seja muito específico: É uma empresa de tecnologia, tem desenvolvido sistemas e aplicações próprias, e o nível de conhecimento técnico, da generalidade dos colaboradores, é elevado. Vamos ver como evolui, e se não surgem novidades de ataques bem sucedidos. Se a informação for baldada cá para fora, claro : )