ENISA: Conselhos para pais

Dez conselhos para reforçar a protecção das crianças na Internet:

  1. Comuniquem com as vossas crianças sobre as suas experiências na Internet. Abordem a importância da segurança na Internet e ensinem-lhes os controlos básicos;
  2. Estabeleçam regras para a utilização da Internet e dos telemóveis;
  3. Informem-se sobre as últimas ameaças que pendem sobre as crianças online e procurem compreender como as vossas crianças passam o seu tempo online;
  4. Mantenham o computador e outros dispositivos com acesso à Internet, que sejam utilizados pelas crianças, numa sala comum partilhada pela família. Instalem uma firewall e programas antivírus;
  5. Garantam que os controlos parentais, protegidos pelo consentimento parental, verificação de idade, e bloqueio de conteúdos, estão activos. Garantam que o processo de bloqueio e filtragem estão definidos;
  6. Analisem as políticas dos fornecedores de conteúdos, e a sua conformidade. Verifiquem a flexibilidade contratual (e.g. como apagar uma conta) e a utilização de filtros de moderação automática, em conjunto com moderação humana;
  7. Verifiquem as páginas e/ou os perfis das vossas crianças regularmente. Monitorizem com atenção as suas actividades online;
  8. Digam-lhes para nunca utilizarem os seus nomes completos, nem partilharem as suas passwords. Digam-lhes para não partilharem informação que possa ser utilizada para as identificar (e.g. morada, número de telefone, nome da escola, ou clube desportivo);
  9. Garantam que as vossas crianças compreendem os riscos de publicar fotografias e outros conteúdos na Internet; e
  10. Eduquem-nas no sentido de nunca marcarem encontros com pessoas que conheceram, pela primeira vez, online. Avisem-nas sobre a expressão de emoções a estranhos directamente online.

(Conteúdo publicado pela ENISA no documento Internet safety tips for parents and guardians, que me parece muito válido, e que deve ser divulgado)